Já pensou que o contexto e o ambiente importam na hora de ensinar e aprender?

Venho trabalhando em minha própria metodologia de ensino, que combina várias boas práticas e muito do que tenho testado e validado no dia a dia como facilitadora. Batizei essa metodologia de Aprendizagem Centrada no Ser Humano, ela tem como um dos seus princípios básicos o fato de que o CONTEXTO e o AMBIENTE importam para o aprendizado. Isso significa, que o ambiente, seja ele virtual ou físico, e a forma como a experiência de aprendizado é conduzida, exercem grande impacto no aprendizado.

Como o próprio nome já diz, na Aprendizagem Centrada no Ser Humano, o foco de processo de ensino está nas pessoas, por isso, as expectativas de quem está aprendendo irão influenciar diretamente na construção do contexto e do ambiente.

Neste post vamos focar na construção de ambientes físicos, para treinamentos e aulas presenciais, mas os princípios podem ser facilmente adaptados para os ambientes virtuais.

O ambiente e o contexto influenciam na forma como as pessoas pensam e em como elas se sentem e isso impacta na maneira como elas aprendem. Investir tempo para planejar o ambiente e para construir o contexto para o aprendizado garantirá uma melhor experiência para os participantes e maior retenção daquilo que for ensinado.

Alguns itens fundamentais para levar em conta quando estiver planejando o ambiente de aprendizado:

  1. Luz Natural

A luz natural é muito importante, segundo pesquisas realizadas por neurocientistas, ela melhora a nossa performance cognitiva. Opte por aulas e treinamentos durante o dia e em salas com janelas.

Quando não for possível ter janelas ou luz natural, opte por luzes azuis (como por exemplo lâmpadas led), elas têm um efeito semelhante a luz do sol.

  1. Temperatura

A temperatura deve ser confortável, para que não se torne um fator de distração e atrapalhe o aprendizado. Normalmente as salas de treinamento são climatizadas e um pouco frias, sempre recomende aos participantes que tragam um casaco para que possam ficar confortáveis.

  1. Disposição da mobília

Trabalhar em grupos é fundamental para acelerar o aprendizado e turbinar a troca de experiências. Opte por salas que possuam mesas redondas em que você possa formar grupos de 4–6 pessoas. Um bom espaço de circulação também é importante, recomendamos 3m² por pessoa.

O material complementar ou o uso de computadores também impacta no aprendizado, sempre que possível entregue apenas um material ou computador por grupo, assim as pessoas precisarão trabalhar juntas, trocar experiências e construir consenso.

  1. Água e comidinhas

Tenha sempre água à disposição dos participantes, para que possam manter seus cérebros hidratados. Uma seleção de alimentos saudáveis também ajudará a manter todos concentrados e bem alimentados.

  1. Conforto e mobilidade

Cuide para ter cadeiras confortáveis e espaço para mobilidade, que permita as pessoas circularem entre os diferentes grupos e observarem o trabalho umas das outras.

  1. Decoração com Conteúdo

Explore as paredes da sala para colocar cartazes e banners com frases interessantes, ilustrações ou fragmentos do conteúdo.

Você também pode expor o trabalho dos grupos nas paredes, para que um grupo possa aprender com o trabalho do outro.

  1. “Brinquedos”

Algumas pessoas são mais sinestésicas e irão adorar manusear alguns brinquedinhos enquanto aprendem, como por exemplo: massas de modelar, elásticos, bolas anti-stress e etc.

 

Agora que você já cuidou do ambiente é hora de pensar no contexto para aprender. Os participantes não chegam a sua aula ou treinamento prontos para começar a aprender, eles precisam se conectar com você, com o conteúdo e com os outros participantes.

Criar o contexto para o aprendizado significa apertar o botão de ligar do modo “aprender” das pessoas e para isso algumas condições básicas são necessárias:

  1. Focar no aqui e agora

Os participantes chegam ao seu treinamento cheios de preocupações e pensamentos não relacionados ao conteúdo do treinamento, precisamos chamar a atenção deles para o momento presente e fazer com que deixem as outras preocupações do lado de fora da sala. As atividades de aquecimento são muito importantes para isso, são uma aproximação leve e descontraída do participante com o conteúdo do treinamento.

  1. Ambiente leve

O melhor contexto para aprender é aquele em que existe bom humor, invista tempo no início da sua aula para trazer leveza, uma história engraçada ou um vídeo mais cômico podem ajudar muito.

  1. Ambiente livre do medo de errar

Os participantes precisam entender que durante aquela aula ou treinamento estão em um ambiente seguro, podem fazer perguntas, compartilhar seus conhecimentos e opiniões, testar suas ideias, sem medo de errar ou se expor.

  1. Criar sinergia entre as pessoas

Permitir que as pessoas se conheçam e se conectem, para que possam se sentir confortáveis em trocar experiências e aprender umas com as outras.

  1. Respeitar a Bagagem

Respeitar a bagagem de conhecimento de cada pessoa e criar oportunidades para que elas possam compartilhar o que sabem.

  1. Oferecer escolhas

Permitir que os participantes escolham o que e como preferem aprender, sem prejudicar o objetivo principal da aula ou treinamento.

Se você gostou dessas dicas, confira a agenda completa do nosso Workshop Chega de PPT: http://acbf48a.contato.site/workshop-chega-de-ppt-2017

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s