Qual a sua paixão?

Quantas vezes você já ouviu a pergunta do título desse post?

 

Seja em uma conversa descontraída com os amigos, em uma entrevista de emprego ou em uma orientação vocacional. Todos querem saber qual é a nossa grande paixão, qual é aquela uma coisa que quando fazemos o tempo para, que nos move e que gostaríamos de fazer pelo resto de nossas vidas.

 

O problema com essa pergunta é que a grande maioria de nós não possui uma resposta exata para ela. Muitos não sabem qual a sua paixão ou, possuem varias “paixões”. Essa pergunta cria uma certa ansiedade nas pessoas e faz com que elas pressionem a si mesmas para encontrar a sua paixão.

 

Eu prefiro acreditar que está tudo bem se tivermos várias paixões, afinal, podemos ter varias versões de nós mesmos e prototipar, isto é, testar na prática, essas diferentes versões e paixões.

 

A grande maioria das pessoas vive a crença limitante de que precisa descobrir a sua paixão e que quando isso acontecer seus problemas estarão resolvidos, encontrará um trabalho que ama e será feliz para sempre. Mas a verdade é que sua vida não mudará quando você descobrir a sua paixão, você não encontrará o emprego perfeito, em que viverá todos os dias apenas fazendo o que mais ama. Mesmo que decida empreender e trabalhar com a sua paixão, não é tão simples assim.

 

Nós acreditamos em incluir nossas paixões em nosso trabalho e em nossos hobbies, e, acima de tudo, que para encontrarmos nossas paixões (isso mesmo, no plural, podemos ter varias) precisamos dedicar tempo para desenvolvê-las.

 

Algumas poucas pessoas simplesmente sabem qual é a sua grande paixão e dedicam a sua vida a fazer isso, a maioria de nós (e pesquisas compravam isso), encontra suas paixões ao se dedicar a algo, testar diferentes tarefas e trabalhos, realmente gostar de algum deles e então se dedicar muito para se desenvolver naquela área ou função da qual gostou.

 

Comigo não foi diferente. Me formei em publicidade, gostava muito da área, trabalhei com marketing, eventos, tudo muito prazeroso, mas nenhuma paixão havia aflorado ainda. Foi quando comecei a me dedicar ao desenvolvimento de pessoas e do seu potencial criativo que realmente me encontrei, dediquei os últimos 7 anos da minha vida a trabalhar nessa área e evoluir profissionalmente, posso dizer que essa é uma das minhas paixões, que engloba varias outras, como facilitar workshops, criar conteúdos, pensar em soluções criativas e etc.

 

Não se preocupe se você não sabe exatamente qual a sua paixão, comece a testar, veja quais são as tarefas no seu trabalho que te dão mais prazer e te deixam com mais energia, elas têm grande chances de estarem escondendo suas paixões.

 

Se felicidade no trabalho e propósito são assuntos que te interessam, conheça o Pimp My Job e cadastre seu e-mail para participar do nosso mini-curso gratuito.

 

http://c614381.contato.site/pimp-my-job

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s